Conhecer para segmentar

Padrão

Marketing-boca-a-boca-satisfação-e-rentabilidade1-568x200

A revolução tecnológica está transformando os hábitos, atitudes e comportamentos da sociedade e, por consequência, as relações comerciais entre empresas e seu público consumidor. Por isso atualmente não há como negar a importância das tecnologias da informação e comunicação (TIC’s) na elaboração do planejamento estratégico de marketing das empresas.

Sendo assim, surge o conceito de marketing digital que pode ser definido como um conjunto de formas de comunicação pelos meios digitais (internet, celular, etc.) que as empresas utilizam para promover e vender seus produtos e serviços. Além disso, esses meios também são utilizados para conquistar novos clientes e melhorar a sua rede de relacionamento. Ou seja, através do marketing digital busca-se visibilidade online, comunicação com o cliente e fortalecimento da marca.

Neste contexto, as organizações necessitam de uma presença online forte, conquistada através da inserção das mesmas em diversos canais hoje existentes no meio digital, como: website, blogs e mídias sociais, tais como, You Tube, Twitter, Facebook, Flickr, Instagram, dentre outros.

Atualmente a presença das empresas nestas redes sociais se tornou uma prática básica para averiguar ações da concorrência, divulgar novos produtos e estar a par das opiniões dos clientes. Destaca-se aqui que as redes sociais permitem a comunicação direta entre o cliente e a organização. O fruto disso é a obtenção de maiores informações acerca desse cliente. Seja através de dados, críticas, elogios ou reclamações há maiores possibilidades da geração de diferenciais para os produtos, serviços e para a própria empresa.

Portanto, o meio digital se tornou grande aliado na identificação das demandas dos clientes para que se possa segmentar serviços e produtos e atender às expectativas de cada um.

Passo-a-passo do Marketing Digital

Padrão

O passo-a-passo do Marketing Digital


O marketing digital que conhecemos passou por uma serie de mudanças até chegar ao formato atual. O vídeo acima ilustra, de forma clara é prática, as transformações que vem sendo feitas através do anos. Ainda não é possível prever o que poderá ser feito futuramente nesta área, mas olhando para o passado, que nem é assim tão distante, já podemos esperar mais novidades neste aspecto. Outro material bem produzido neste mesmo assunto, porém focando mais na internet em si, é o vídeo 5 anos que mudaram tudo, também é digno de uma pausa para assistir.

Empresas no “mundo conectado”

Padrão

Artigo1

As alterações socioculturais são constantes na realidade da humanidade. A era da informação, revolucionada a partir do surgimento da internet, transforma a sociedade atual de um núcleo de consumidores para cidadãos mais exigentes, a demandarem rapidez, clareza, qualidade e, mais recentemente, a sua co-participação no desenvolvimento de soluções. Este cenário tem demandado organizações voltadas aos seus clientes de maneira verdadeiramente dedicada.
Para essa massa crítica é preciso, mais do que nunca, além de satisfazer suas necessidades, agregar valor, firmando um relacionamento relevante e duradouro, cujo “lucro”, os benefícios a longo prazo, possam ser alcançados, administrando o rendimento que o cliente gera no seu tempo de vida.
Estamos vivendo em uma sociedade em rede, em que “os efeitos causados pela tecnologia da informação no mundo contemporâneo regulam o consumo e a produção” As redes interativas de computadores, que crescem exponencialmente, estão “moldando a vida e, ao mesmo tempo, sendo moldadas por ela.” (CASTELLS, 1999. p.22).
A naturalidade das relações pessoais, na estrutura social, se transfere, agora, para um espaço em que a interatividade acontece no mundo virtual. A tecnologia apresenta-se como uma ponte facilitadora da interação entre as pessoas, do desenvolvimento e do compartilhamento de conteúdos.
Neste contexto, o coletivo ganha forças e as empresas incapazes de absorver os diálogos digitais com seus consumidores podem ter sérios prejuízos, arranhando de forma significativa sua reputação de marca. Qualquer aspecto relacionado à empresa, e com base em experiências vivenciadas, pode influenciar milhares de consumidores e potenciais consumidores. As vivências tornam-se públicas rapidamente, sejam elas positivas ou negativas e com o poder da coletividade podem ganhar força e consistência sem precedentes.
Potencializar o relacionamento no ambiente digital torna-se cada vez mais importante para as empresas como um componente integral das suas ofertas. Aproximar esta visão das práticas do dia a dia pode resignificar a dimensão do negócio levando em consideração as dinâmicas do mundo contemporâneo.

CASTELLS, Manuel. A Era da Informação: Economia, Sociedade e Cultura. São Paulo: Paz e Terra, 1999.