Marketing Digital e os Vales

Padr√£o

Quando comparamos o Brasil com pa√≠ses europeus e da Am√©rica do Norte, de maneira geral, perdemos sempre em todos os quesitos analisados, educa√ß√£o, infraestrutura, renda. Por√©m, quando nos atemos a dados ligados a Tecnologia da Informa√ß√£o o pa√≠s salta para as primeiras coloca√ß√Ķes.¬† Quando analisamos os dados ligados a marketing digital tamb√©m ficamos pr√≥ximos ou no topo das tabelas mundiais. Isso mostra que apesar de tudo, somos empreendedores e muitos brasileiros prestam consultoria ou atuam nas empresas desse rumo mundo afora. O mais legal disso, √© que essas pessoas n√£o s√£o do eixo Rio-S√£o Paulo. Nessas atividades ligadas a internet, ao e-commerce, a TI ou mesmo marketing digital os protagonistas brasileiros mundo a fora s√£o dos mais variados estados, de grandes a pequenas cidades.

Por√©m, quando trazemos o mundo da internet para a realidade dos vales do Taquari e Rio Pardo, em que cidades como Santa Cruz do Sul, Ven√Ęncio Aires, Lajeado, Encantado deveriam ser protagonistas, percebemos um abismo. Em √°reas como comunica√ß√£o, profissionais daqui editam sites dos mais importantes √°reas, como das startups, ou atuam nas maiores empresas de comunica√ß√£o do Brasil e do mundo.

Nossas empresas ainda n√£o acordaram para a necessidade de oferecer produtos espec√≠ficos ou ao menos sites mais atrativos. A maioria que tem site, n√£o faz nem ideia da necessidade e da import√Ęncia de possuir uma homepage que possa ser acessado pela plataforma mobile. Muitas das empresas dos vales vendem para o mundo todo e quando acesso o site dessas corpora√ß√Ķes √© dif√≠cil de acreditar que perdem tanto potencial por n√£o possuir ferramentas on-line simplificadas para fidelizar novos clientes a partir de suas homepage.

O caminho nos Vales ainda √© longo, mas precisamos tem em mente o que o evangelista do ¬†Google e consultor independente, Avinash Kaushik, prega em suas palestras. A internet possui tr√™s fun√ß√Ķes no mundo corporativo: aumentar a receita das empresas, reduzir custos e a terceiro resultado que se deve buscar √© a melhoria da satisfa√ß√£o e da fideliza√ß√£o.

O poder do Marketing Digital

Padr√£o

O processo de atrair e manter clientes nas mais diversas plataformas cresce a cada dia. Dentre as diversas op√ß√Ķes de Marketing, o DIGITAL ganha for√ßa e cresce de forma avassaladora. A capacidade de informar com credibilidade o agora, de forma √°gil, faz toda a diferen√ßa no mundo atual. A a√ß√£o de expor produtos, marcas e fatos, conquista multid√Ķes e impulsiona os adeptos da internet. De forma r√°pida, com uma capacidade fenomenal de unir pessoas e influenciar comportamentos, faz com que esta ferramenta ganhe espa√ßo e import√Ęncia frente √†s empresas, ag√™ncias, formadores de opini√£o e internautas. Por√©m, com a mesma velocidade de fortalecer ela pode destruir. Tudo depender√° da maneira que ser√° conduzida. Por tanto tenha a como uma aliada, utilize de maneira segura, divulgue conte√ļdos de relev√Ęncia, que o diferencie da maioria. Caso contr√°rio os efeitos podem ser devastadores como no caso a seguir.

Em 2009 na Domino‚Äôs Pizza, uma dupla de funcion√°rios de um dos restaurantes publicou um v√≠deo no YouTube que correu o mundo em apenas meia hora e provocou um enorme problema para a marca. As a√ß√Ķes para dar uma resposta r√°pida √† indigna√ß√£o de consumidores e clientes exibiram esfor√ßos conjuntos dos departamentos de rela√ß√Ķes p√ļblicas e jur√≠dico da rede de pizzarias. No final,¬†n√£o se deram por vencidos, prometeram agir r√°pido (e o fizeram), explicaram os factos, desculparam-se pela m√° conduta dos antigos colaboradores e refor√ßaram a ideia de que tais colaboradores n√£o compartilham dos mesmos valores e padr√Ķes de qualidade da marca. Fonte: http://noticiare.wordpress.com/2009/04/16/dominos-pizza-enfrenta-crise/.

Resta saber se algum dia os efeitos deste viral ser√£o amenizados.

Aline Pujol

 

 

 

Conhecimento é poder

Padr√£o

knowledge-is-powery-Tiffany-and-Lupus

Marketing, em uma defini√ß√£o ampla da palavra, √© o conjunto de estrat√©gias e a√ß√Ķes que visam promover o desenvolvimento, o lan√ßamento e a sustenta√ß√£o de um produto no mercado. √Č, de forma sint√©tica, o processo de atrair e manter clientes. E assim como o mundo se transforma (leia-se o consumidor) muda tamb√©m o marketing e seus diversos desdobramentos. Talvez a mais recente palavra agregada ao marketing √© digital. Temos, portanto, o marketing digital. Mas ele n√£o funciona sozinho.

O t√≠tulo deste texto √© amplo, foi traduzido da imagem acima e serve para uma infinidade de campos. Conhecimento √© poder. Para termos sucesso no mundo virtual √© preciso um conhecimento significativo sobre como ele funciona. Blogs, redes sociais, sites. A principal estrat√©gia √© atrair internautas para os sites, gerar tr√°fego e intera√ß√£o, e a√≠ entram as diversas quest√Ķes do marketing digital. Com o conhecimento apropriado sobre as melhores maneiras de explorar a internet para que a empresa esteja em destaque tamb√©m em meio virtual ‚Äď seja e-commerce, seja para ampliar a divulga√ß√£o da sua marca ‚Äď fica mais f√°cil encontrar solu√ß√Ķes n√£o s√≥ criativas, mas adequadas a sua gest√£o de rede. E a√≠ est√° o poder do conhecimento. Uma equipe integrada e com conhecimento sobre a empresa e sobre a web como um todo √© imprescind√≠vel para ter sucesso na internet. Desde a cria√ß√£o de conte√ļdos que chamem a aten√ß√£o, um layout atrativo at√© a an√°lise dos seus dados de acesso, √© no conhecimento de todo o sistema que estar√° alicer√ßado o sucesso da marca na web.

O marketing de relacionamento tamb√©m pode ser mais f√°cil nesta era digital. Com a estrat√©gia adequada, voc√™ d√° informa√ß√£o e recebe de volta os dados do seu cliente, numa troca que parece ser boa para ambos os lados. Al√©m de informa√ß√Ķes, atrav√©s da interatividade pode-se medir fidelidade, satisfa√ß√£o e capturar sugest√Ķes daqueles que trafegam pelo site. Atrav√©s do relacionamento mais pr√≥ximo com o cliente, e atendendo as expectativas dele, com certeza pode-se fideliz√°-lo. ¬†Considerando que h√° muito p√ļblico conectado o tempo todo, e que para atender as expectativas dos clientes precisamos conhec√™-lo, a internet, se bem utilizada, √© uma ferramenta de aproxima√ß√£o empresa-cliente, uma forma de agregar conhecimento.

A import√Ęncia do Marketing Digital para pequenas e medias empresas

Padr√£o

Apesar de parecer brincadeira, ainda existem empresários que não entenderam a necessidade de se apostar em uma campanha de links patrocinados e marketing digital. São empresas físicas que desconhecem a capacidade de absorção de giro de capital e lucro que pode transformar o caixa da sua empresa e, principalmente, a imagem dela perante seus clientes. Em um mundo ditado pela tecnologia não há tempo a ser perdido. A cada dia que passa sem a sua empresa ter o nome vinculado ao mundo virtual, são 24 horas a menos de oportunidades para se ganhar dinheiro.

A afirmação vem da comodidade, da mobilidade e da capacidade infinita de informação que a internet traz para o usuário. Hoje, quem quer consultar qualquer informação sobre qualquer setor, sempre recorre primeiro a um computador, um tablet ou um celular com acesso à internet.

Isso serve, por exemplo, com rela√ß√£o a uma pesquisa sobre uma viagem. Hoje a pessoa n√£o procura mais o nome da ag√™ncia de turismo na lista telef√īnica. Ela acessa o computador, digita o que procura no Google, analisa os primeiros resultados que aparecem e entra no que mais se adequou ao seu perfil, ou seja, uma campanha bem feita de links patrocinados coloca sua empresa a um passo do internauta que deseja o seu servi√ßo. Um pedido, um pacote vendido que voc√™ simplesmente n√£o teria despachado se n√£o tivesse o nome da sua empresa dispon√≠vel no mundo online.

A grande sacada, ent√£o, √© o empres√°rio n√£o perder tempo e partir para uma campanha agressiva, que coloque a sua empresa entre as 10 mais visitadas no buscador e d√™, assim, condi√ß√Ķes de ser visto.A cria√ß√£o de novas m√≠dias e novas tecnologias, praticamente enterrar√° ou fechar√° as portas de empresas que ainda acham que a rede mundial de comunica√ß√£o n√£o interfere em resultado comercial. √Č preciso abrir os olhos, pois a concorr√™ncia nesse tipo de m√≠dia √© franca e n√£o costuma perdoar.

8¬į P ‚Äď Precis√£o ‚Äď Medir, medir, medir!!!!

Padr√£o

Uma etapa muito importante para todo o planejamento digital das empresas est√° relacionado justamente ao √ļltimo P do Marketing Digital. Trata-se do 8¬ļ P¬† – Precis√£o!!!

Para garantir o sucesso das estrat√©gias e a√ß√Ķes planejadas √© necess√°rio medir tudo, desde a quantidade de visitas recebidas at√© o n√ļmero de cliques, de compartilhamentos de conte√ļdos e investimentos realizados.

Existem hoje ferramentas dispon√≠veis para realizar a mensura√ß√£o dos resultados, sendo que uma delas, inclusive gratuita, √© o Google Analytics. Com ela, as empresas t√™m a possibilidade de realizar diversas analises como o n√ļmero de acessos, origens do trafego, visualiza√ß√Ķes de p√°gina, dura√ß√£o m√©dia de visitas, taxas de rejei√ß√£o entre outras muitas an√°lises em seus sites. Al√©m do pr√≥prio site da Internet, √© interessante o monitoramento da empresa tamb√©m em redes sociais, e em quaisquer outros conte√ļdos em que ela esteja relacionada na Internet. Ap√≥s este monitoramento e an√°lise dos dados mensur√°veis, √© poss√≠vel fazer as melhores escolhas (e ajustes de estrat√©gias), para contribuir no resultado positivo da empresa.

Pode-se sugerir ainda que, mesmo sendo a Precis√£o o √ļltimo P do Marketing Digital, esta n√£o seja uma √ļltima etapa. As pr√≥prias a√ß√Ķes de mensura√ß√Ķes exigem um planejamento (voltando novamente para o 1¬ļ P). E a partir da√≠, as estrat√©gias s√£o revisadas, novos processos s√£o sugeridos, e ciclo dos 8P‚Äôs recome√ßa.

Por fim, pode-se afirmar que, analisar profundamente os dados obtidos, desenvolver melhorias, potencializar as a√ß√Ķes e analisar constantemente pode ser um excelente roteiro para contribuir no bom desempenho das empresas no mundo digital.

marketing-services-8ps

Por: Josie Caroline Arend.

Passo-a-passo do Marketing Digital

Padr√£o

O passo-a-passo do Marketing Digital


O marketing digital que conhecemos passou por uma serie de mudan√ßas at√© chegar ao formato atual. O v√≠deo acima ilustra, de forma clara √© pr√°tica, as transforma√ß√Ķes que vem sendo feitas atrav√©s do anos. Ainda n√£o √© poss√≠vel prever o que poder√° ser feito futuramente nesta √°rea, mas olhando para o passado, que nem √© assim t√£o distante, j√° podemos esperar mais novidades neste aspecto. Outro material bem produzido neste mesmo assunto, por√©m focando mais na internet em si, √© o v√≠deo 5 anos que mudaram tudo, tamb√©m √© digno de uma pausa para assistir.

MARKETING РEstratégia Humanizada

Padr√£o

A cada dia nos deparamos com mais e mais e mais termos: marketing, marketing digital, marketing 3.0 ou 2.0, ou o n√ļmero que for. Termos atrativos que na verdade se resumem a um s√≥: velocidade dos tempos! Sim, pois, hoje mais corre aquele que voa.
Ofertas, compras, vendas, rede, usu√°rios, satisfa√ß√£o, promo√ß√Ķes, etc…etc…etc… Nos deparamos com um mundo de assustadora evolu√ß√£o e constante transforma√ß√£o. E, a√≠ de quem for pregui√ßoso e optar pelo menos tecnol√≥gico.
Hoje em dia o mercado n√£o permite escolhas mal feitas, e os consumidores insatisfeitos tem o poder de trucidar os profissionais atrav√©s de apenas um clique…apenas uma postagem, um simples ‚Äúinsatisfeito‚ÄĚ.
E ent√£o nos perguntamos, mas como reverter essa situa√ß√£o? Como atingir 100% de satisfa√ß√£o? Bom…total satisfa√ß√£o √© ilus√£o, mas quem sabe a possibilidade de amenizar o impacto do consumismo atrav√©s do apelo social seja interessante?!?!
Num mundo ego√≠sta, d√° para se pensar que fazer o bem pavimentaria o caminho para o c√©u e aliviaria impostos por conta de ren√ļncias fiscais que a legisla√ß√£o permite. Mas n√£o. O ato de pensar no pr√≥ximo, estar em linha com movimentos que, em s√≠ntese, reduzam o desconforto dos que t√™m menos, tem a ver com desempenho econ√īmico. Afinal, o consumidor que, gra√ßas √†s conex√Ķes nesse tempo de converg√™ncia, est√° em todos os lugares, vai escolher e optar por uma marca √† outra em raz√£o do que sente e no que dela se beneficia.
Buscar a felicidade é um desafio para as empresas de ponta e isso nada tem de poético no Brasil como player do mundo, que tem a maior população empreendedora do planeta. O marketing de causa, por isso mesmo, tem que causar. Impactar, sacudir, fazer barulho nos canais que produzem eco. E aí provocar aderência, juntar pessoas em torno de uma verdade.
Pessoas hoje se identificam com mensagens verdadeiras e com certeza far√£o coro se convidadas a participar de a√ß√Ķes coletivas, peti√ß√Ķes, desagravos ou qualquer coisa que mobilize sentimentos com atitudes dignas, √©ticas, justas. Empresas saud√°veis, mas humanizadas e socialmente respons√°veis sempre ser√£o melhor avaliadas dos que as apenas poderosas, eis a√≠ uma incr√≠vel e imbat√≠vel ‚Äúsacada de marketing‚ÄĚ.

Hora de agregar conte√ļdo

Padr√£o

Em tempos de multiplica√ß√£o de sites, blogs, redes e espa√ßos digitais acess√≠veis a todo a um clique, as empresas, para serem vistas, precisam apostar na estrat√©gia e no planejamento para criarem diferenciais. Na era da informa√ß√£o e com tantos recursos midi√°ticos dispon√≠veis, sai na frente quem tem conte√ļdo. E conte√ļdo diferente. O marketing digital sublinha a capacidade de gera√ß√£o de informa√ß√Ķes importantes, curiosidades, detalhamento de conte√ļdo para agregar. O Inbound Marketing ganhou for√ßa porque o consumidor est√° cada vez mais exigente, compara servi√ßos, pre√ßos, qualidade. E quem consegue rechear com boas informa√ß√Ķes os sites e suas redes sociais para divulga√ß√£o da marca, ganha visibilidade, compartilhamento, fidelidade, simpatia. Soma valor ao produto. E isso se traduz em neg√≥cios.

N√£o adianta pensar em Marketing de Conte√ļdo se o profissional que est√° por tr√°s dele for pregui√ßoso. Os consumidores n√£o se deixam convencer pelas propagandas habituais, fogem das mesmices. O tempo de usar atalhos j√° era. √Č t√£o f√°cil pesquisar na internet sobre um produto, digitar alguns caracteres no Google e ver a imensid√£o de possibilidades a pesquisar, que o consumidor se tornou cada vez mais exigente. Ele quer saber as vantagens, os modelos, o pre√ßo, a entrega, os problemas, o atendimento, a assist√™ncia antes de efetuar a compra. E quando a empresa corresponde a essas quest√Ķes de forma criativa, elaborada, pensada na informa√ß√£o e n√£o apenas no apelo comercial, soma pontos.

Da pesquisa √† precis√£o, os ‚Äú8 p√™s‚ÄĚ do Marketing Digital passam por estrat√©gias importantes para capturar um cliente. O produto deve ser interessante para criar v√≠nculo e se estabelecer. Para ganhar a confian√ßa √© preciso que haja troca, atender a d√ļvidas, anseios, problemas. Com isso, gerar envolvimento se troca fundamental para ir al√©m do produto, mas para consolidar a marca e torn√°-la uma prefer√™ncia concreta nas escolhas futuras. O v√≠nculo emocional se torna mais dif√≠cil de ser quebrado e a empresa conquista um cliente que compra n√£o apenas um produto, mas a ideia, a filosofia da marca. Com boas campanhas de comunica√ß√£o, a empresa deve apostar no diferente para cativar e permitir espa√ßo de opini√£o, de troca, entre clientes e empresa.

O Marketing de Conte√ļdo se estrutura de tal forma para relacionar empresa √† vida dos clientes, pensado para ir al√©m da compra de produtos ou servi√ßos, mas para formar um p√ļblico que adore a marca. A miss√£o das empresas √© agregar valor √† marca. Desafio para o marketing atual.

Marketing Digital: muito além de uma conta na internet

Padr√£o

O Markeing Digital mostra-se uma ferramenta cada vez mais importante para empresas que visam melhorar sua relação com os consumidores e também agregar valor às mesmas através de um meio que vem crescendo a passos largos no Brasil: a internet.

O conhecimento do p√ļblico alvo, da estrat√©gia da marca, do planejamento estrat√©gico da empresa, e da cultura organizacional onde ser√° implantado s√£o premissas que o¬† Marketing Digital segue, se igualando as do Marketing j√° amplamente conhecido.

E n√£o basta apenas estar na internet para que a empresa se considere atuante no eMarketing. √Č necess√°rio agregar valor para os clientes atrav√©s de conte√ļdo e informa√ß√Ķes relevantes para que ent√£o se torne poss√≠vel para aqueles que acessam os sites e redes sociais percebam a relev√Ęncia do que √© oferecido pela organiza√ß√£o.

Uma quantidade enorme de empresas possuem atualmente perfis em redes sociais, blogs e/ou sites; mas quantas destas mesmas empresas realmente fazem dessas ferramentas uma forma de chamar aten√ß√£o positivamente para a sua marca? Detalhes fazem a diferen√ßa. A rela√ß√£o entre as informa√ß√Ķes disponibilizadas com os produtos e/ou servi√ßos oferecidos √© que pode diferenciar uma empresa que pratica Marketing Digital daquela que simplesmente possui um login e senha online.

Tamb√©m n√£o √© raro encontrarmos empresas que disponibilizam meios de contato online e por sua vez n√£o se atentam a responder quando uma pessoa – cliente ou n√£o ‚Äď lhe procura para informa√ß√Ķes e retirada de d√ļvidas. Saber que a partir do momento que √© proposto um canal de comunica√ß√£o entre empresa e sociedade se precisa ter o acompanhamento necess√°rio (acompanhamento e retorno aos contatos de forma eficaz) √© essencial para que se tenha das pessoas a percep√ß√£o de aten√ß√£o oferecida pela organiza√ß√£o.

N√£o h√° f√≥rmula para ser seguida por todas as empresas que querem praticar o Marketing Digital, pois cada uma possui um foco e ambientes diferentes que dever√£o ser analisados para as estrat√©gias ent√£o serem feitas, mas √© importante que se tenha a ideia de que ter aten√ß√£o ao que o mercado e as pessoas buscam na atualidade, assim como buscar sempre estar um passo a frente do temos dispon√≠vel hoje em termos de conte√ļdo e oferta √© fundamental. Em tempos em que a informa√ß√£o √© despejada aos montes em nossa sociedade, se tornar relevante √© tarefa √°rdua e que requer cuidado e aten√ß√£o dos profissionais que almejam criar vantagem competitiva para suas organiza√ß√Ķes.


Warning: array_key_exists() expects parameter 2 to be array, null given in /home/profmarketing/www/wp-content/themes/icy/lib/core.php on line 700

Warning: in_array() expects parameter 2 to be array, null given in /home/profmarketing/www/wp-content/themes/icy/lib/core.php on line 764